Pontos – Oxalá

28/06/2016

Print

Meu pai Oxalá
Obrigado meu pai que bom
As voltas do seu abraço
São laços de luz e som
Meu pai Oxalá
Eu sei que estás em mim
Nas dores da ilusão,
Na força do não e o sim

Peço agora teu amor
Nesta hora de esperança
Pra ser livre como a flor
Ser adulto ser criança
Abençoe a todos nós
Nossos pais nossos avós
Nossos filhos e parentes
Nossas vidas tão carentes

Meu pai Oxalá
És tudo na criação
Igual seu poder não há
Me cura me dá tua mão

Peço agora teu amor
Nesta hora de esperança
Pra ser livre como a flor
Ser adulto ser criança
Abençoe a todos nós
Nossos pais nossos avós
Nossos filhos e parentes
Nossas vidas tão carentes


Pai Oxalá é dono desta gira
Abre as cortinas desse gongar
Clareia meu pai, clareia
Clareia este gongar {bis}


Que luz é essa que vem lá do céu
E que clareia a terra e o mar {bis}
E clareia as matas, a pedreira e a cachoeira
E os nossos caminhos pra caminhar

Que luz é essa que vem lá do céu
E que clareia a terra e o mar {bis}
É a luz divina de nosso pai Oxalá
Que vem pra iluminar o nosso gongar


Lá no céu abriu uma porta
E um pombo branco apareceu
Era papai Oxalá
Que veio ver os filhos seus


Quando o sol se põe
No horizonte eu vejo brilhar
É a estrela de meu pai
É a estrela de Oxalá {bis}

Ela brilha no céu
Sempre a nos guiar
Oxalufã meu pai
Venha a seus filhos abençoar {bis}

Orixá maior
Guardião da umbanda
Oxalufã meu pai
Ilumina a nossa banda {bis}


Sexta-Feira eu visto branco
Em louvor a Oxalá {bis}
Valei-me meu senhor do Bonfim
Valei-me meu orixá {bis}

Orixalá,venha comigo irmão
E juntos vamos cantar
Um dialeto nagô
Venha vestido de branco
Louvar nosso senhor
Oxaguiã, Oxalufã
Babalaô de umbanda auê {bis}


Ai como brilha, uma estrela
Dentro do gongar {bis}
Oh brilha pra filho de fé {bis}
Vamos saudar a gira
De nosso pai Oxalá


No jardim das oliveiras
Eu encontrei um jardineiro {bis}
Era Jesus Cristo
Nosso pai verdadeiro {bis}


Abre a porta, oh gente
Que aí vem Jesus
Ele vem cansado
Com o peso da cruz
Vem de porta em porta
Vem de rua em rua
Pra salvar as almas
Sem culpar nenhuma

Estrela da guia
Que guiou nosso Pai
Guiai esse filhos caminhos que vai
Viva Jesus nosso pai redentor
Que na Santa Cruz
Seu sangue derramou